#AutogolpeMaduro

Petição dirigida ao secretário geral da OEA

 

#AutogolpeMaduro

0100.000
  52.541
 
52.541 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 100.000 assinaturas.

#AutogolpeMaduro

ÚLTIMA HORA (16 de maio) VIDEO. El secretario general de la OEA reclama elecciones democráticas en Venezuela

ÚLTIMA HORA (15 de maio) La UE condena la represión y advierte que "elevará el tono" si la sitación no mejora"

A decisão do governo Maduro de convocar uma constituinte "popular" despertou a resposta da oposição e da comunidade internacional. A oposição democrática rechaça a decisão de Maduro por unanimidade. Nem mesmo os deputados oficialistas a apoiam. 

Estas foram algumas das reações:

  • Henrique Capriles, líder da oposição: “Que todos ignorem essa loucura.
  • Julio Borges, presidente da Assembleia Nacional: “O governo quer consolidar o golpe (…) Trata-se da aniquilação da democracia.”
  • Freddy Guevara, primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional: “É um esquema fraudulento no qual o povo não decide o que é o Estado, mas o Estado decide quem é o povo.”
  • Henri Falcón, governador de Lara: “A proposta é fraudulenta e inconstitucional”
  • Luis Almagro, secretário geral da OEA: “É inconstitucional, errada e fraudulenta. Os direitos dos povos devem ser restituídos; o continente pede o restabelecimento da democracia”
  • Secretário adjunto do Hemisfério Ocidental (Secretároa de Estado dos EUA), Michael Fitzpatrick: “Quer privilégios e proteção para ele e seus sequazes.”

Enquanto isso, o governo afirma que o constituinte "não exclui ninguém" e soma mais 4 países ao "diálogo": El Salvador, Nicaragua, República Dominicana e San Vicente y las Granadinas. 

A repressão e a violação aos direitos humanos passou dos limites há muito tempo. 

Escreva ao secretário geral da OEA, Luis Almagro, para pedir que aplique a carta democrática. 

+ Letter to:

Assine esta petição agora!

 
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your email
Please enter your country
Please enter your zip code
CitizenGO protegerá sua privacidade e lhe manterá informado/a sobre esta e outras campanhas.

Carta democrática para a OEA

Ao sr. Luis Almagro, secretário-geral da OEA

C/c Delegados da OEA

Como já sabe, a situação da Venezuela é insustentável. Durante o mês de abril, 29 pessoas foram assassinadas pelo governo. 

A convocatória de uma constituinte a sua imagem e semelhança mostra claramente que Maduro não quer diálogo algum. Trata-se de uma manobra fraudulenta e inconstitucional, além de de ser uma medida para consolidar o atropelo antidemocrático. 

Ampliar o espaço de diálogo a 4 países que têm afinidade ideológica com a Venezuela é "compra" de tempo. 

O fato de a Venezuela ter pedido para sair da OEA não impede que o sr. convoque a Carta Democrática. 

A violação dos direitos humanos já é clamorosa e a comunidade internacional não pode continuar ignorando o que está acontecendo na Venezuela. 

Atenciosamente,
[Seu nome]

#AutogolpeMaduro

Assine esta petição agora!

0100.000
  52.541
 
52.541 pessoas já assinaram esta petição. Ajude-nos a conseguir 100.000 assinaturas.