EM DEFESA DA VIDA E DAS MULHERES DO BRASIL

Petição dirigida a: Câmara dos Deputados

 

EM DEFESA DA VIDA E DAS MULHERES DO BRASIL

vitoria!
010.000
  6.449
 
6.449 pessoas já assinaram esta petição.

EM DEFESA DA VIDA E DAS MULHERES DO BRASIL

NÃO SEREMOS ENGANADOS MAIS UMA VEZ!

Sob o pretexto de “desenvolvimento econômico” e sob o infame silêncio mundial, a Alemanha deu poderes a Adolf Hitler de assassinar 6 milhões de judeus inocentes. A eugenia dos tempos de hoje é o assassinato de inocentes no ventre materno, falsamente apresentado como “direito de escolha” em leis criadas contra a vida.

Assim ocorreu com a “Lei Cavalo de Tróia” (Lei 12845/2013), que sob o pretexto de “proteção da mulher”, tinha como pano de fundo o aborto. Sabemos todos, como pais, filhos, irmãos, esposos e amigos, da importância da mulher na sociedade, de sua dignidade e gratidão que lhe devemos, pois sem seu “sim” à vida nenhum de nós leria estas páginas. Por isso devemos defendê-la, inclusive de intervenções de ONGs que não nos representam.

Um novo "cavalo de Tróia" está à espreita. Trata-se do PRC 107/2015, que tem como objetivo criar uma Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher por meio da alteração do regimento interno da Câmara, ainda que já existam três instâncias na Câmara dos Deputados para tratar dos direitos das mulheres.

Se essa Comissão Permanente for criada, será utilizada para aplicar os "acordos e convenções nacionais e internacionais relacionados com os direitos das mulheres". Ora, não existem tratados internacionais que obriguem qualquer país a realizar abortos. Porém, o que está em jogo aqui é uma distorção de um dos artigos do Tratato Internacional de Direitos Civis Políticos, que afirma:

          Todo ser humano tem direito à vida. Este direito deve ser protegido pela lei. Ninguém pode ser arbitrariamente privado de sua vida

Qualquer pessoa que não tenha má intenção enxerga neste artigo um dispositivo de proteção da vida de qualquer pessoa, particularmente dos mais frágeis (por exemplo, os nascituros). Porém, o lobby abortista internacional utiliza este artigo para defender a legalização do aborto, já que sua proibição causaria a morte de milhares de mulheres.

Com a criação da Comissão Permanente, a atuação do lobby abortista internacional no Brasil ganharia um precedente legal. Pode-se ver no artigo 32, inciso XXIV, o poder que ONGs internacionais, abortistas como a própria ONU, terão, mesmo que não tenham sido constituídas com nossos votos: “c) colaboração com entidades não governamentais, nacionais e internacionais, que atuem na defesa dos direitos da mulher; d) acompanhamento da aplicação dos acordos e das convenções nacionais e internacionais relacionados com os direitos das mulheres;” Peço, ao Exmo. (a.) Senhor (a) Deputado (a), que não olvide de nossa representação legítima, e diga não ao (PRC) Nº 107/2015.

As mulheres e todos cidadãos deste país estão protegidos em dignidade e igualdade de direitos por nossa Carta Magna, a Constituição de 1988. Que o poder constituído por este parlamento, nossa Câmara Legislativa - presidida pelo Exmo. Senhor Deputado Eduardo Cunha- cujos 513 deputados foram escolhidos pelo poder constituinte desta nação, o povo brasileiro, não entregue nossas comissões nas mãos de assassinos de inocentes. Brasil: país de todos. Direito de todos, direito de viver desde o ventre materno.

     Brasil: país de todos. Direito de todos, direito de viver desde o ventre materno.

Esta petição foi criada por um cidadão ou uma organização independente de CitizenGO. Por essa razão, CitizenGO não é responsável por seu conteúdo.
+ Letter to:

This petition is...

Vitória!

Petição dirigida a: Câmara dos Deputados

Exmo. (a.) Senhor (a) Deputado (a),

Escrevo-lhe esta mensagem para que SEJA ARQUIVADO DE IMEDIATO E VETADO O PROJETO DE RESOLUÇÃO (PRC) Nº 107/2015, DE 2015 (da Mesa Diretora), que altera o art. 32 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, com a pretensão de criar a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

Sobre o pretexto de “desenvolvimento econômico”, e sob o infame silêncio mundial, a Alemanha deu poderes a Adolf Hitler de assassinar 6 milhões de judeus inocentes. A eugenia dos tempos de hoje é o assassinato de inocentes no ventre materno, falsamente apresentado como “direito de escolha” em leis criadas contra a vida. Assim ocorreu com a “Lei Cavalo de Tróia” (Lei 12845/2013) que sob o pretexto de "proteção da mulher", tinha como pano de fundo o aborto. 

 Sabemos todos, como pais, filhos, irmãos, esposos e amigos, da importância da mulher na sociedade, de sua dignidade e gratidão que lhe devemos, pois sem seu “sim” à vida nenhum de nós leria estas páginas. Por isso devemos defendê-la, inclusive de intervenções de ONGs que não nos representam: estas ONGs buscam apenas impor suas ideologias abortistas, não a defesa da mulher. 

Pode-se ver no artigo 32, inciso XXIV, o poder que ONGs internacionais, abortistas como a própria ONU, terão, mesmo que não tenham sido constituídas com nossos votos:

“c) colaboração com entidades não governamentais, nacionais e internacionais, que atuem na defesa dos direitos da mulher; 

d) acompanhamento da aplicação dos acordos e das convenções nacionais e internacionais relacionados com os direitos das mulheres;”

Peço, ao Exmo. (a.) Senhor (a) Deputado (a), que não olvide de nossa representação legítima, e diga não ao (PRC) Nº 107/2015.

As mulheres e todos cidadãos deste país estão protegidos em dignidade e igualdade de direitos por nossa Carta Magna, a Constituição de 1988.

Que o poder constituído por este parlamento, nossa Câmara Legislativa - presidida pelo Exmo.  Senhor Deputado Eduardo Cunha- cujos 513 deputados foram escolhidos pelo poder constituinte desta nação, o povo brasileiro, não entregue nossas comissões nas mãos de assassinos de inocentes.

Brasil: país de todos. Direito de todos, direito de viver desde o ventre materno.

 

 

Atenciosamente,
[Seu nome]

EM DEFESA DA VIDA E DAS MULHERES DO BRASIL

Assine esta petição agora!

010.000
  6.449
 
6.449 pessoas já assinaram esta petição.