PROTEJAM A VIDA NOS NASCITUROS NA 63a CSW

Petição dirigida à ONU

 

PROTEJAM A VIDA NOS NASCITUROS NA 63a CSW

PROTEJAM A VIDA NOS NASCITUROS NA 63a CSW

0200.000
  161.969
 
161.969 firmado. Vamos a lograr 200.000!

Precisamos de sua ajuda para impedir que a ONU continue promovendo aborto, orientação sexual e identidade de gênero, bem como um currículo de educação sexual que ensina meninas de três anos a se masturbar e a explorar sua sexualidade.

Assine esta petição, que será apresentada na 63ª sessão da Comissão sobre Status das Mulheres na ONU.

A agenda das Nações Unidas deixa a Fundação Internacional de Planejamento Familiar e outros defensores do aborto empolgados porque dedica toda sua atenção à promoção do aborto e da educação sexual abrangente.

Os Estados membros das Nações Unidas enviarão delegados de suas capitais para representá-los na sede das Nações Unidas em Nova York, de 11 a 22 de março. Quando chegarem, serão recebidos com todo o peso do sistema das Nações Unidas - 80 mil burocratas de carreira - que liderarão as negociações para discutir como bilhões de dólares em ajuda ao desenvolvimento serão gastos globalmente para ajudar mulheres e meninas.

Encontrar soluções para erradicar a pobreza e a fome, melhorar a saúde e a educação e produzir água limpa estão entre as necessidades vitais de mulheres e meninas em nações menos afortunadas, mas elas continuam sendo uma das últimas prioridades da ONU.

Em vez de se concentrar nas necessidades básicas, o primeiro esboço do relatório exige que todas as nações concordem com os seguintes itens destrutivos e controversos:

  • livre acesso ao aborto para todas as mulheres e meninas
  • aborto como um direito humano fundamental
  • acesso ilimitado a preservativos e outros métodos de controle de natalidade
  • orientação sexual e identidade de gênero
  • educação sexual abrangente para crianças pequenas*

No ano passado, nossa petição assinada por 195.000 cidadãos ativos causou impacto. Precisamos da sua ajuda para superar essa meta, para que possamos impedir essa agenda prejudicial.

Três militantes pró-vida da CitizenGO participarão da 63ª sessão da Comissão sobre o Status da Mulher para participar das negociações. Precisamos de um exército de pró-vida para assinar esta petição, para que possamos usá-la como ferramenta de negociação.

Encaminharemos as assinaturas para a Ministra Damares Alves, que está representando o Brasil na 63ª CSW.

Exigiremos que eles promovam soluções reais para mulheres e meninas: nutrição, água potável, saúde e educação.

Reserve um momento para assinar a petição agora para que possamos ser sua voz pela vida.


*A seguir, um trecho do currículo encontrado diretamente no site da Organização Mundial da Saúde:

“Crianças: 2 e 3 anos de idade (curiosas / explorando seus corpos) - Crianças estão se tornando conscientes de si mesmas e de seus corpos. Elas também aprendem que aparentemente são diferentes de outras crianças e adultos (elas desenvolvem sua identidade). - Crianças aprendem que são meninos ou meninas (elas desenvolvem sua identidade de gênero). - As crianças se tornam muito interessadas em seus próprios corpos e nas pessoas ao seu redor. Muitas vezes elas estudam seus próprios corpos e genitália em detalhes e também os mostram para outras crianças e adultos. - Os bebês começam a tocar deliberadamente nos genitais porque isso os faz sentir bem.”

Você pode ler o restante do documento aqui (em inglês):

https://www.bzga-whocc.de/fileadmin/user_upload/WHO_BZgA_Standards_English.pdf

0200.000
  161.969
 
161.969 firmado. Vamos a lograr 200.000!

Completa tu firma

¡Firma esta petición ahora!

 
Introduce tu e-mail
Introduce tu nombre
Introduce tus apellidos
Introduce tu país
Introduce tu código postal
Por favor seleccione una opción:
We process your information in accordance with our Privacy Policy and Terms of Service

Oponham-se ao voaulário da cultura da morte no relatório final da CSW

Aborto, orientação sexual, identidade de gênero e educação sexual abrangente são tópicos controversos entre a maioria dos países membros das Nações Unidas. Eles não são conclusões unânimes. Incluir esta linguagem em documentos internacionais é inapropriado e impede a soberania local dos estados membros das Nações Unidas.

Para melhor ajudar mulheres e meninas em todo o mundo, por favor, removam qualquer menção à Saúde Sexual e Reprodutiva, orientação sexual e identidade de gênero, e Educação Integral em Sexualidade do relatório final gerado na sexagésima terceira Comissão sobre o Status da Mulher. Em vez disso, empreguem seu tempo e recursos concentrando-se em iniciativas que promovam a água limpa, a erradicação da fome e da pobreza, e a saúde materna.

Mulheres e meninas de todo o mundo vão agradecerão!

[Tu nombre]

Oponham-se ao voaulário da cultura da morte no relatório final da CSW

Aborto, orientação sexual, identidade de gênero e educação sexual abrangente são tópicos controversos entre a maioria dos países membros das Nações Unidas. Eles não são conclusões unânimes. Incluir esta linguagem em documentos internacionais é inapropriado e impede a soberania local dos estados membros das Nações Unidas.

Para melhor ajudar mulheres e meninas em todo o mundo, por favor, removam qualquer menção à Saúde Sexual e Reprodutiva, orientação sexual e identidade de gênero, e Educação Integral em Sexualidade do relatório final gerado na sexagésima terceira Comissão sobre o Status da Mulher. Em vez disso, empreguem seu tempo e recursos concentrando-se em iniciativas que promovam a água limpa, a erradicação da fome e da pobreza, e a saúde materna.

Mulheres e meninas de todo o mundo vão agradecerão!

[Tu nombre]