Recontagem de Votos e Auditoria da Eleição para Presidente 2014

Petição dirigida a: Senador Aécio Neves

 

Recontagem de Votos e Auditoria da Eleição para Presidente 2014

Recontagem de Votos e Auditoria da Eleição para Presidente 2014

0100.000
  89.080
 
89.080 assinado. Vamos conseguir 100.000!
Esta petição foi criada por um cidadão ou uma organização independente de CitizenGO. Por essa razão, CitizenGO não é responsável por seu conteúdo.
0100.000
  89.080
 
89.080 assinado. Vamos conseguir 100.000!

Complete your signature

Processamos a sua informação de acordo com a nossa política de Termos e Privacidade

Antes de sair...

Nova assinatura, pessoa já existe na CitizenGO

Petição dirigida a: Senador Aécio Neves

Parabéns Deputado Carlos Sampaio!
Esperamos que seu gesto histórico não caia no vazio! 

Com esse gesto histórico a Democracia Brasileira ganha novo impulso. Se for defendido como deve o Povo Brasileiro poderá respirar aliviado em um novo clima de LIBERDADE e revitalização das instituições democráticas! 
_________________________________________________

Estranhamente o STF revogou o Art. 5º da Lei Contra Fraude Eleitoral por Software nas Urnas Eletrônicas em 2011 e apesar das suspeitas de futura fraude levantadas, ninguém durante os 3 anos que se seguiram soube vincular uma coisa a outra a não ser o Eng. Amilcar Brunazo Filho.

O Art. 5º da Lei 12.034/2009, contestado na ADI, foi chamada de "Lei da Transparência do Voto Eletrônico ou Lei Contra a Fraude Eleitoral por Software" (nas urnas eletrônicas) porque ela estabelece normas para:

Objetivo 1 - PERMITIR uma auditoria contábil da apuração eletrônica dos votos de forma a DETECTAR adulteração do software das urnas que leve à Fraude de Desvio de Voto

Objetivo 2 - IMPOSSIBILITAR adulteração do software das urnas que resulte na Fraude de Identificação Sistemática do Autor do Voto.

Ou seja, as condições para a que adulteração não fosse impossível e para inviabilizar que a auditoria fosse possível foram criadas em 2011. Com que objetivo? Existe algo de muito estranho nisto tudo. Tudo isto precisa ser profundamente investigado e esclarecido para o bem da democracia. A hora é agora! Depois poderá ser tarde demais.

http://www.brunazo.eng.br/voto-e/textos/ADI4543.htm 

_________________________________________________

 Todas as denúncias em um só local: http://urnasuafalsa.net/#         

                              Caso o pedido legítimo (visto haver abundância de provas) de auditoria for negado isso equivale a uma admissão de que o sistema eleitoral realmente é inseguro e não confiável, cabendo, então, o passo seguinte, a solicitação de ANULAÇÃO da eleiçao, seguida da convocação de uma nova eleição, com um NOVO SISTEMA mais transparente e confiável.      _________________________________________________

Prova incontestável de que algo está errado

O site do PT publicou a notícia da vitória de Dilma as 19:35, antes do término da apuração e antes do resultado oficial, dando inclusive o percentual final de Dilma. Como isso seria possível sem que tenha havido algo muito grave e irregular?

https://www.facebook.com/video.php?v=979796415380068 

________________________________________________

PSDB pede auditoria de apuração dos votos no TSE


Leandro Mazzini

30/10/2014 20:23

 

Quatro dias após o resultado oficial da eleição presidencial, na qual uma pequena diferença de votos – diante do contingente nacional – reconduziu a presidente Dilma (PT) ao segundo mandato, o PSDB decidiu pedir oficialmente uma investigação da apuração dos votos.

Em nota oficial, o partido informa acreditar na segurança da urna e no processo eleitoral, mas nas entrelinhas deixa claro que vê com desconfiança a lisura do processo de totalização dos votos das urnas.

Informa a nota: “Temos absoluta confiança de que o Tribunal Superior Eleitoral – TSE cumpriu seu papel, garantindo a segurança do processo eleitoral. Todavia, com a introdução do voto eletrônico, as formas de fiscalização, auditagem dos sistemas de captação dos votos e de totalização têm se mostrado ineficientes para tranquilizar os eleitores quanto a não intervenção de terceiros nos sistemas informatizados''.

“Diante deste quadro de desconfiança por parte considerável da população brasileira, o Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB decidiu apresentar ao TSE, no dia de hoje (30/10), um pedido de auditoria especial''.

Os tucanos querem uma comissão especial “formada por pessoas indicadas pelos partidos políticos, objetivando a fiscalização dos sistemas de todo o processo eleitoral, iniciando-se com a captação do sufrágio, até a final conclusão da totalização dos votos''.

MANIFESTAÇÕES

Neste sábado (1º de novembro), milhares de pessoas se manifestaram nas principais capitais exigindo a realização da auditoria. Segundo os participantes, as manifestações deverão continuar até que o objetivo seja alcançado. As manifestações são independentes e não tiveram apoio ou participação de nenhum partido político. São manifestações espontâneas de eleitores indignados.

 

[Seu nome]

Antes de sair...

Nova assinatura, pessoa já existe na CitizenGO

Petição dirigida a: Senador Aécio Neves

Parabéns Deputado Carlos Sampaio!
Esperamos que seu gesto histórico não caia no vazio! 

Com esse gesto histórico a Democracia Brasileira ganha novo impulso. Se for defendido como deve o Povo Brasileiro poderá respirar aliviado em um novo clima de LIBERDADE e revitalização das instituições democráticas! 
_________________________________________________

Estranhamente o STF revogou o Art. 5º da Lei Contra Fraude Eleitoral por Software nas Urnas Eletrônicas em 2011 e apesar das suspeitas de futura fraude levantadas, ninguém durante os 3 anos que se seguiram soube vincular uma coisa a outra a não ser o Eng. Amilcar Brunazo Filho.

O Art. 5º da Lei 12.034/2009, contestado na ADI, foi chamada de "Lei da Transparência do Voto Eletrônico ou Lei Contra a Fraude Eleitoral por Software" (nas urnas eletrônicas) porque ela estabelece normas para:

Objetivo 1 - PERMITIR uma auditoria contábil da apuração eletrônica dos votos de forma a DETECTAR adulteração do software das urnas que leve à Fraude de Desvio de Voto

Objetivo 2 - IMPOSSIBILITAR adulteração do software das urnas que resulte na Fraude de Identificação Sistemática do Autor do Voto.

Ou seja, as condições para a que adulteração não fosse impossível e para inviabilizar que a auditoria fosse possível foram criadas em 2011. Com que objetivo? Existe algo de muito estranho nisto tudo. Tudo isto precisa ser profundamente investigado e esclarecido para o bem da democracia. A hora é agora! Depois poderá ser tarde demais.

http://www.brunazo.eng.br/voto-e/textos/ADI4543.htm 

_________________________________________________

 Todas as denúncias em um só local: http://urnasuafalsa.net/#         

                              Caso o pedido legítimo (visto haver abundância de provas) de auditoria for negado isso equivale a uma admissão de que o sistema eleitoral realmente é inseguro e não confiável, cabendo, então, o passo seguinte, a solicitação de ANULAÇÃO da eleiçao, seguida da convocação de uma nova eleição, com um NOVO SISTEMA mais transparente e confiável.      _________________________________________________

Prova incontestável de que algo está errado

O site do PT publicou a notícia da vitória de Dilma as 19:35, antes do término da apuração e antes do resultado oficial, dando inclusive o percentual final de Dilma. Como isso seria possível sem que tenha havido algo muito grave e irregular?

https://www.facebook.com/video.php?v=979796415380068 

________________________________________________

PSDB pede auditoria de apuração dos votos no TSE


Leandro Mazzini

30/10/2014 20:23

 

Quatro dias após o resultado oficial da eleição presidencial, na qual uma pequena diferença de votos – diante do contingente nacional – reconduziu a presidente Dilma (PT) ao segundo mandato, o PSDB decidiu pedir oficialmente uma investigação da apuração dos votos.

Em nota oficial, o partido informa acreditar na segurança da urna e no processo eleitoral, mas nas entrelinhas deixa claro que vê com desconfiança a lisura do processo de totalização dos votos das urnas.

Informa a nota: “Temos absoluta confiança de que o Tribunal Superior Eleitoral – TSE cumpriu seu papel, garantindo a segurança do processo eleitoral. Todavia, com a introdução do voto eletrônico, as formas de fiscalização, auditagem dos sistemas de captação dos votos e de totalização têm se mostrado ineficientes para tranquilizar os eleitores quanto a não intervenção de terceiros nos sistemas informatizados''.

“Diante deste quadro de desconfiança por parte considerável da população brasileira, o Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB decidiu apresentar ao TSE, no dia de hoje (30/10), um pedido de auditoria especial''.

Os tucanos querem uma comissão especial “formada por pessoas indicadas pelos partidos políticos, objetivando a fiscalização dos sistemas de todo o processo eleitoral, iniciando-se com a captação do sufrágio, até a final conclusão da totalização dos votos''.

MANIFESTAÇÕES

Neste sábado (1º de novembro), milhares de pessoas se manifestaram nas principais capitais exigindo a realização da auditoria. Segundo os participantes, as manifestações deverão continuar até que o objetivo seja alcançado. As manifestações são independentes e não tiveram apoio ou participação de nenhum partido político. São manifestações espontâneas de eleitores indignados.

 

[Seu nome]